E lá se vão 6 anos em que completei 50 anos. O que fazer após os 50 ?

O que fazer após os 50 anos?

Nessa idade a maioria das pessoas já deixou para trás seus desassossegos em encontrar o amor da sua vida, criar filhos e já responderam à angustiante questão: “O que você vai ser quando crescer?” Se você já resolveu suas questões de amor, de família, e de carreira, com que vai se preocupar agora? Bem, talvez com acostumar-se a ver uma pessoa velha no espelho.

A aparência e saúde ainda vão incomodar; suas roupas vão começar misteriosamente a encolher e seu médico vai pegar no seu pé. Você estará a um passo de começar a receber amostras grátis de produtos para idosos e se sentir oficialmente velho. Mas, a nossa geração nasceu para ser selvagem, não nos deixamos abater.

Vá à luta e faça essas coisas antes de procurar um sofá largo para acomodar o traseiro grande. Você ainda tem chão antes disso.

  1. Caia na estrada

Sem crianças para cuidar e já aposentado – ou quase, caia no mundo. Aproveite toda oportunidade para viajar. Ande por sua cidade e deixe o carro na garagem. Aventure-se, arrisque-se (dentro da segurança, claro…).

  1. Use o que está guardado

Seja aquela toalha de linho finíssima que você guarda para uma grande ocasião, ou a louça da companhia das Índias. Aqueles cristais finíssimos que estão na cristaleira – tire-os e use mesmo que o cardápio seja batata com salsicha e guaraná. Você vai lembrar-se disso e rir ainda. A sua vida é uma ocasião especial, celebre a cada dia.

  1. Visite uma maternidade

Nada mais revigorante que ver o milagre da vida se repetindo. Isso trará belas lembranças do nascimento de seus próprios filhos. Além de recém-nascidos serem lindos de se ver.

  1. Renove-se

Tem coisa mais feia que um homem de 50 anos com aqueles “mullets” de quando tinha vinte? Nem o John Travolta os usa mais. Troque por um corte moderno. Mulheres, dispensem o rabo de cavalo e ousem em um corte feito por um cabeleireiro com metade da sua idade.

  1. Faça algo de bom para alguém

Você já está mais tranquilo na vida a essa altura, então comece a pensar nos menos afortunados e faça algo por eles. Visite um asilo, um orfanato. Pegue cartas de crianças para papai Noel no correio e envie-lhes o presente pedido, pague a refeição de alguém. Cuide de uma criança para os pais descansarem, enfim. Sirvam, isso será bom para você e para quem receber sua boa ação.

  1. Crie alguns “bons vícios”

Você passou a vida toda evitando ou tentando parar com alguns vícios nocivos. Agora é hora de criar bons vícios. Vicie-se em livros, em música clássica ou de boa qualidade. Aprenda o que puder, assista a bons filmes, a concertos no parque. Refine-se. Agora você tem tempo e provavelmente dinheiro para isso.

  1. Aproveite a sabedoria dos seus pais

Aos 50 é muito provável que seus pais ainda estejam vivos. Aproxime-se mais deles. Afinal, agora vocês têm muito em comum. Desde a aposentadoria que já chegou ou está próxima, até as dores nas costas. Você pode aprender ainda muito com eles e desfrutar de momentos maravilhosos.

  1. Arrisque-se a fazer “aquilo”

Qual a coisa mais assustadora que você sempre quis fazer e nunca teve coragem? Cantar? Dançar? Descer um rio num caiaque? Pular de paraquedas? Escalar uma montanha? Você ainda tem vitalidade e músculos suficientes para isso. Vá em frente! É agora ou nunca.

  1. Seja espontâneo

Saia da rotina. Pare de fazer as coisas sempre do mesmo jeito. Explore novas possibilidades. Livre-se de hábitos inúteis. Livre-se também de preconceitos e frases decoradas. Fazer as coisas de maneira mecânica e não intencional não ajudam o cérebro a estar sempre em bom estado. Aprenda algo novo como jogar videogame (seus netos vão adorar), formatar um computador, costurar roupas modernas, ser coaching, enfim… Procure novas experiências, novas tecnologias, novos pontos de vista, novas possibilidades.

  1. Ria mais

Como na canção Epitáfio dos Titãs “Devia ter me importado menos com problemas pequenos”, devemos fazer isso, sob pena de ao morrermos perguntarmos a nós mesmos: Porque fui sempre tão sério? Todos têm problemas, mas um rosto carrancudo nunca foi solução – exceto se o objetivo for parecer mais velho e mais feio. Encontre todos os dias motivos para rir. Assista a comédias, faça uma brincadeira (que não seja de mau gosto, por favor) para alguém. Conte piadas (idem). Enfim, viva o riso, chore de rir. Isso é um lifting instantâneo para seu rosto e sua alma.

Garanto que se eu soubesse que ter cinquenta anos fosse tão bom, teria chegado aqui antes!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s