As Quatro Coisas Que Aprendemos Com os Abraham Hicks

Peça e lhe será concedido.

Apesar do livro conter muitos outros ensinamentos, selecionei quatro deles para compartilhar com vocês. Deixe nos comentários a sua opinião, e me informe se gostaria de ler uma continuação (eu fiz uma lista com inúmeros aprendizados. Só não coloquei todos aqui, pois o texto ficaria imenso).

OBS: Ao longo do texto, sempre menciono Abraham Hicks como o “autor” por ter sido o guia espiritual da Esther, porém sei que ele foi a inspiração. Obviamente, nesta “realidade física” o texto foi produzido por Esther e Jerry.

Espero que gostem!

1 – Somos uma extensão física da Energia Essencial

Você e o que chamamos de Fonte são a mesma coisa.
Você não pode ser separado da Fonte.
A Fonte nunca será separada de você.
Quando pensamos em você, pensamos na Fonte.
Quando pensamos na Fonte, pensamos em você.
A Fonte nunca oferece um pensamento que possa separá-la de você.
Você nunca poderá oferecer um pensamento que cause separação total da Fonte. Mas pode oferecer pensamentos com uma vibração diferente, o que impede sua conexão natural com a Fonte. Damos a isso o nome de resistência.
A Fonte e o Bem-Estar estão sempre totalmente disponíveis para você. Muitas vezes você permite esse Bem-Estar, outras não. Queremos ajudá-lo a permitir conscientemente sua conexão, na maior parte do tempo com a Fonte.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 40

2 – Posso saber o que estou atraindo através das minhas emoções

Seu sentido da visão é diferente do sentido da audição, e seu sentido do olfato é diferente do sentido do tato, mas embora diferentes, todos são interpretações vibráteis. Em outras palavras, quando você se aproxima de um fogão quente, seus sentidos de visão, paladar ou olfato não lhe dizem necessariamente que o fogão está quente. Mas quando você aproxima seu corpo do fogão, os sensores na sua pele logo o avisam de que o fogão está quente.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 55
Da mesma forma que utilizamos nossos cinco sentidos sensoriais para interpretar nossa experiência na vida física, Abraham diz que nascemos com outros sensores. Estes sensores são as nossas emoções, e elas são as intérpretes vibráteis que nos ajudam a entender as nossas experiências.

Pense nas emoções como uma espécie de Bússola que indica o conteúdo vibrátil do seu Ser. Como elas nos dizem tudo o que precisamos saber sobre nosso relacionamento com a Fonte, Abraham sugere que chamemos-a de Sistema de Orientação Emocional.

A medida que você se conscientiza do sentimento presente em suas emoções, pode também tomar consciência do tipo de vibração que está oferecendo, e através dela, guiar sua experiência de vida como quiser.

Quando você tomou a decisão de vir ao mundo nesse corpo físico sabia perfeitamente da sua conexão eterna com a Energia Essencial. Sabia também que suas emoções seriam indicadores constantes que lhe informariam, em todos os momentos, o estado de seu relacionamento com a sua Energia Essencial. Compreendendo essa fantástica orientação à qual tem acesso a cada momento, você não experimentou qualquer sensação de risco ou confusão, somente de aventura e verdadeira satisfação.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 56
Emoções são indicadores do seu alinhamento com a Energia Essencial

Apesar de não existir, segundo Abraham, uma forma de nos desconectarmos totalmente com a Fonte, os pensamentos aos quais concentramos nossa atenção proporcionam uma variação substancial em termos de alinhamento ou desalinhamento com a Energia Não Física – quem nós realmente somos.

Segundo Abraham, com o tempo e a prática passamos a ter maior consciência sobre o nosso nível de alinhamento. Quando estamos em total alinhamento com a nossa fonte, vemos nossa vida progredir. Não progredimos porém, quando não permitimos esse alinhamento

Vocês são Seres poderosos; vocês são completamente livres para criar. Quando sabe disso e se concentra em coisas que estão em harmonia vibrátil com esse conhecimento, você experimenta uma alegria ilimitada. Mas, quando é tomado por pensamentos contrários a essa verdade, sente as emoções opostas de perda de energia e sobrecarga.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 56
Use suas emoções para encontrar o caminho de volta ao Bem-Estar

Assim como vimos, nossas emoções são responsáveis por nos direcionar, indicando nosso alinhamento ou desalinhamento com o nosso ser essencial. Quando nossos pensamentos estão ajustados, nos sentimos em harmonia, alegria, amor (…) Já quando não estamos com nossos pensamentos ajustados com a nossa verdadeira essência, a desarmonia toma conta do nosso corpo físico gerando depressão, medo e sentimentos de rejeição.

Segundo Abraham, podemos “moldar” nossa Energia através do nosso poder de concentração. Basta direcionarmos nossa energia para pensamentos que elevem nossos sentimentos. Nós concentramos energia quando falamos sobre algo, quando pensamos sobre aquilo ou quando nos concentramos em pensamento.

3 – Suas crenças mais sólidas já foram pensamentos tranquilos

Cada pensamento que já tenha passado por sua cabeça ainda existe, e sempre que você se concentra em um novo pensamento ativa a vibração do primeiro dentro de si. Por isso, o que quer que esteja atraindo sua atenção neste momento é um pensamento ativado. Porém, quando você desvia sua atenção de um pensamento, ele fica adormecido e deixa de ser ativo. A única forma de desativar conscientemente um pensamento é ativar outro. Ou seja, para tirar intencionalmente a atenção de um pensamento é preciso transferi-la para outro.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 52
Todo pensamento que surge na nossa mente, a princípio não tem uma vibração muito forte. Se continuamos a pensar nele, porém, passamos a intensificá-lo, e a medida que falamos ou pensamos mais nele, acabamos aumentando sua vibração transformando-o em um pensamento dominante, e depois em uma crença.

Lembre-se de que quanto mais pensamos em algo, mais jogamos energia ali o expandindo. Os sentimentos gerados através destes pensamentos irão indicar, porém, se eles estão em alinhamento ou desalinhamento com sua própria Fonte. Observe seus sentimentos. Eles te dirão o seu nível de alinhamento.

Caso os pensamentos expressem sentimentos negativos, mude o foco substituindo-os por outros. Lembre-se de bons momentos, transforme seus pensamentos positivamente e perceberá a mudança vibracional.

A Atenção que você dispensa ao pensamento o convida a entrar na sua experiência

Cada pensamento ao qual você dá atenção se expande e se torna uma parte maior da sua mescla vibrátil. Seja um pensamento gerado por algo que você desejou ou por algo que você não deseja, a atenção que dispensa ao pensamento o convida a entrar na sua experiência.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 53
Quem estuda Lei da Atração já está “careca de saber” que tudo é feito de energia, e que a Lei da Atração trabalha trazendo mais daquilo que emanamos. Se você fica muito tempo focado em um pensamento que gera um desalinhamento vibrátil, atrairá mais daquilo para a sua experiência.

Como diz Abraham, o Universo é baseado em atração. Tudo gira em torno da inclusão – não existe exclusão. Por isso quando você se concentra em algo que deseja muito experienciar e grita sim, eu quero, automaticamente está incluindo essa realidade na sua experiência. Infelizmente, porém, se você se concentrar em algo que não deseja experimentar gritando não, eu não quero, o incluirá na sua experiência da mesma forma.

Lembre-se de que a Lei da Atração lhe proporcionará circunstâncias, experiências, outras pessoas (…) tudo de acordo com a sua vibração energética dominante habitual. Cuide muito bem de seus pensamentos… Eles iniciam pequenos e insignificantes e evoluem para crenças poderosas à medida que neles, você foca.

4 – As três etapas para o que você deseja ser, fazer ou ter

Segundo Abraham, conceitualmente, o Processo Criativo de cocriação é bem simples. Baseia-se em apenas três etapas:

Etapa 1 (o trabalho é seu): você pede.
Etapa 2 ( o trabalho não é seu): a resposta é dada.
Etapa 3 (seu trabalho): a resposta dada deve ser recebida ou aceita (você precisa deixá-la entrar)
Etapa 1 – Você pede‘

A Etapa 1 acontece de maneira fácil e automática, pois todos os desejos – desde os mais discretos, ou mesmo inconscientes, até os mais claros, precisos e vívidos – resultam das experiências vividas no dia a dia.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 58

Etapa 2 – O Universo responde

A Etapa 2 é uma etapa simples pois o trabalho não é seu, é do Não Físico, da Força de Deus. Todas as coisas que você pede pequenas ou grandes, são imediatamente acatadas e respondidas. Quando você pede, é atendido. Sempre.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 58
Nossos pedidos podem ser feitos através de palavras, mas muitas vezes (ou na maioria) são emanados de nós em forma de vibração, como um fluxo de desejos, cada um encadeado no outro e todos sendo respeitados e respondidos.

Etapa 3: Você permite a entrada da resposta

A Etapa 3 é a aplicação da Arte da Permissão. É a razão da existência do seu sistema de orientação. É a etapa na qual você ajusta a frequência vibrátil do seu Ser para sintonizar com a frequência vibrátil do seu desejo.
Da mesma forma que o seu rádio precisa estar sintonizado na frequência da estação que você deseja ouvir, a frequência vibrátil do seu Ser deve combinar com a frequência vibrátil do seu desejo. É o que chamamos da Arte da Permissão: permitir receber o que está pedindo.

Se não estiver na frequência adequada para receber, mesmo que seus desejos tenham sido respondidos, você não vai perceber e terá a impressão de que eles não foram respondidos. Isso significa que não tenham sido ouvidos. O que aconteceu é que suas vibrações não estavam sintonizadas, e você não deixou a resposta entrar.
Peça e Será atendido – Esther e Jerry Hicks com os ensinamentos de Abraham Hicks, pag. 59
Particularmente acredito que a maioria de nós “empaca” aqui na terceira etapa.

Segundo o livro, qualquer pedido envolve duas questões: aquilo que você deseja e aquilo que você não deseja. Muitas vezes acreditamos que estamos pensando em algo que desejamos, mas na realidade estamos pensando exatamente no oposto.

Por exemplo:

“Eu não quero ficar doente” deve ser substituído por “Eu quero estar bem de saúde”
“Não quero passar por privações” deve ser substituído por “Eu quero ter segurança financeira”.

Preste atenção nas mensagens que as suas emoções estão te enviando para saber qual direção sua vida está tomando.

Sua atenção deve estar no desejo, e não na ausência dele

Existe um intervalo de tempo entre a Etapa 1 e Etapa 3, e por isso muitas vezes nós nem temos consciência de que nossos desejos foram respondidos.

Muitas vezes ao desejarmos algo específico, ao invés de nos concentrarmos exclusivamente no desejo, acabamos nos concentrando na situação negativa que deu origem ao desejo. Abraham exemplifica da seguinte forma:

Seu carro está ficando velho e vive na oficina. À medida que começa a notar o desgaste do carro, você se surpreende desejando um carro novo. Como anseia por aquela sensação de segurança que um carro novo traz, uma forte vibração de desejo emana de você.
A Fonte o recebe e, com gentileza, responde imediatamente. Porém, como você não estava consciente das Leis do Universo e do Processo de Criação em Três Etapas, esse sentimento arrebatador de desejo por um carro novo durou muito pouco.

Em vez de concentrar-se nele e continuar a pensar com empolgação no carro novo – entrando assim em harmonia vibrátil com a sua nova ideia – , você se concentra no carro velho e nos motivos pelos quais deseja trocá-lo.

“Esse carro só me dá aborrecimento”, você conclui, sem perceber que, ao olhar para o carro que não o satisfaz, está direcionando suas vibrações para ele, e não para o carro novo que deseja.

“Eu realmente preciso de um carro novo”, você diz e volta a falar de todos os problemas do seu carro decadente.

Dessa forma, você continua a se manter fora do alinhamento vibrátil com o seu novo desejo e fora da frequência necessária para receber o que está pedindo.

Enquanto você se concentrar mais no que não deseja, não conseguirá o que realmente deseja.

Conforme mencionado neste artigo, o Universo sempre responde aos nossos pedidos, mas muitas vezes não estamos em sintonia vibracional para a arte da Permissão.

Conclusão

Lembre-se: o Bem-Estar está fluindo constantemente em sua direção. Se você não tiver pensamentos que o retardem ou o bloqueiem, poderá experimentá-lo em todas as áreas da sua vida.

Somos a Fonte e nunca poderemos nos desconectar completamente dela, porém podemos entrar em desalinhamento afastando assim, o nosso Bem-Estar e não nos permitindo receber todas as maravilhas que este Universo tão maravilhoso tem a nos trazer. Somos cocriadores da nossa realidade.

Preste sempre muita atenção nos seus sentimentos perguntando-se: “Como estou me sentindo agora?” – Se observar que um determinado pensamento te fez sentir mal, mude imediatamente puxando na memória outros pensamentos ou lembranças que lhe farão sentir-se bem. Você também pode voltar a focar-se no presente, no aqui e agora se desconectando com o que te fez entrar em desalinhamento.

Você pode realizar os seus sonhos. Lembre-se sempre disso! 😉

Anúncios

Alinhamento Vibracional Para Emagrecer

  • Como emagrecer sem dieta
    Você vive lutando com a balança?

Ja fez todas as dietas e não adiantou nada?

Esta desesperado e não sabe o que fazer?

Pois saiba que a sua vitoria está perto.

Você nã teve sucesso porque esqueceu de controlar o fator mais importante na criação daquilo que desejamos: “as emoções”.

No texto abaixo, você verá que engordará quer coma muito, normalmente, ou pouco, se você não controlar as suas emoções.

Leia o texto quantas vezes for necessário, até entender como a Lei d Atração funciona neste caso.

Você precisará praticar o processo, porque sem praticá-lo não obterá os resultados que quer.

Este material faz parte do livro “The Astonishing Power of Emotions” ( “O poder surpreendente das emoções”) de Jerry e Esther Hicks.

Do Livro “O surpreendente poder das emoções”

Deixe seus sentimentos serem seus guias

Parte II

Demonstrando o surpreendente poder das emoções

Alguns exemplos para lhe ajudar a soltar os remos

Nas páginas seguintes ofereceremos exemplos em uma variedade de assuntos nos quais as pessoas normalmente se encontram desalinhadas de seus próprios desejos. Discutiremos desejos relacionados a seu corpo físico, suas relações, seu propósito de vida, seu emprego, e até mesmo eventos mundiais. Coletamos esses exemplos da vibração da Consciência de Massa já que vocês têm vivido suas vidas e, ao fazê-lo, continuamente estão pedindo por melhoras e expansão.

Alguns desses exemplos se encaixarão com coisas que são importantes para você exatamente agora e alguns deles podem não ser relacionados por vocês de nenhuma maneira pessoal, mas será de ajuda que você os leia, mesmo que eles não sejam da “sua” conta, porque nestes exemplos você encontrará um completo entendimento da Ciência da Criação Deliberada.

É provável que quando você ler estes exemplos, você discorde de alguns deles, pois você pode não acreditar que alguns desejos sejam apropriados.
Dependente do que você está experienciando atualmente e de como está se sentindo, você pode achar frívolos alguns destes exemplos.

Por exemplo, se você tem medo de alguma condição física e estiver lendo uma seção a respeito de como melhorar seu relacionamento com alguém no trabalho, você pode se sentir aborrecido por estarmos dando tanta atenção a algo que parece insignificante para você, dadas as suas circunstâncias. Mas, embora você não seja capaz de relacionar pessoalmente alguns dos exemplos que são oferecidos aqui, nós o encorajamos a continuar lendo-os de qualquer forma, pois é nosso conhecimento que no processo da leitura desses exemplos, você entenderá mais profundamente o alinhamento vibracional.

Nós não buscamos guiar seus desejos, pois sua própria vida já os realizou. É nosso desejo que os exemplos a seguir sirvam como uma ferramenta que o faça permitir seu próprio alinhamento com seus próprios desejos.

Exemplo 2

“Tenho tido sobrepeso desde que me conheço por gente.
Poucas foram as vezes em minha vida quando fui capaz de colocar meu peso sob controle através de dietas incomodas, de aparente privação e através de exercícios árduos.

Mas nada disso foi fácil e não fui capaz de manter o regime por muito tempo e, assim, o peso indesejado sempre voltava.

Não me sinto confortável em minhas roupas e tenho pavor de comprar outras novas. Fico em frente de meu armário procurando por algo para usar e embora eu tenha algumas coisas legais, nada me cai bem porque não gosto do jeito como me pareço, não importa o que esteja usando.

Meu corpo não se move bem e eu sei que me sentiria bastante melhor se pudesse perder alguns quilos, mas me sinto incapaz de fazer qualquer coisa em relação a esse excesso de peso, então estou muito desanimado.”

Agora queremos começar esta discussão lembrando a você da parte mais importante da Criação Deliberada: Criar não é fazer as coisas acontecerem através da ação. Na realidade, criar não é fazer acontecer nada. Criar é permitir que o que você deseja aconteça e a permissão acontece através do alinhamento da Energia, não através da ação.

Às vezes, para você, é difícil ouvir isso porque você sabe, pela sua experiência pessoal na vida, que a ação proporciona resultados.

Você sabe que é capaz de perder quilos indesejados diminuindo seu consumo de comida, e não há nenhuma dúvida em sua mente de que o exercício ajudou também. E não estamos discordando de nada disso, pois é óbvio que a ação tem um lugar na criação de muitas coisas. De fato, sem a ação, sua sociedade não teria muitas coisas.

Mas quando você age no alicerce de seu Processo Criativo sem considerar as bases vibracionais de seu Ser quando está agindo, você está trabalhando sob um impedimento distinto, pois simplesmente não há poder bastante na própria ação para compensar as Energias competidoras de seu pensamento desalinhado.

Você pode se recordar de uma experiência de sucesso onde alguém lhe deu uma idéia sobre perder peso e você, imediatamente, se sentiu entusiasmado com a idéia. Seu entusiasmo poderia ser atribuído ao poder da crença da pessoa que lhe deu a idéia ou a idéia se encaixava precisamente com suas próprias crenças…mas queremos chamar a sua atenção para seu entusiasmo em relação a isso.

Seu entusiasmo era a evidência de que a vibração de seu Ser estava em alinhamento. E , então, se lembre do que aconteceu em seguida: voce estava ansioso para entrar em ação – e ao fazer isso, resultados positivos ocorreram… É possível entrar em ação porque alguém sugere isso ou o encoraja ou, até mesmo, demanda isso; e uma vez envolvido pela ação, sua atitude pode começar a melhorar.

Mas, primeiro, o alinhamento deliberado de sua vibração – que o inspira, portanto, à ação de sucesso –é a aproximação muito mais poderosa para qualquer coisa que você queira criar.

Durante seus momentos de desânimo quando você viu que seu corpo não era o que você queria que fosse, você estava lançando rojões de desejo de como você o preferia e dentro de todo esse processo de vida – e sem perceber – você estava somando à sua Escritura Vibracional. Você criou uma versão vibracional da versão nova e melhorada de si mesmo.

Nós queremos lhe ajudar a entender que este não é um sonho franzino que flutua em algum lugar em sua imaginação. Esta não é uma partida ilusória da realidade. Esta é uma criação no fazer, e está sendo criada precisamente do mesmo modo que tudo o que você vê ao redor foi criado: Os viventes da vida deram à luz a idéia ou o pensamento – que, com o tempo, com foco, se tornou o que você chama de sua “realidade”.

Assim o desânimo que você sentiu está indicando a discórdia entre a criação continuamente em evolução de seu lindo corpo e os pensamentos que você continua tendo em relação a seu corpo.

Seu corpo está evoluindo vibracionalmente, mas seus velhos padrões de pensamentos, suas crenças(que são apenas pensamentos que você continua pensando), está causando uma discórdia vibracional. E sob estas condições, a ação de sucesso não pode ser inspirada ou executada. Sob estas condições toda ação é mais difícil, trazendo pouco ou nenhum resultado, causando ainda mais desânimo.

A chave para trazer seu corpo para um novo estado é vê-lo diferente do que ele é. É necessário que você se foque no corpo que está imaginando e distraia-se dos aspectos negativos de seu corpo atual, pois quanto mais você vê seu corpo como ele é, mais você contradiz a vibração da idéia de um corpo esbelto. Você não pode criar uma nova realidade enquanto está olhando para a realidade atual.

Assim, agora que você entende porque vem sendo tão difícil encontrar a inspiração para agir e porque a ação, mesmo quando você a realiza, tem pouco resultado, deixe-nos mostrar-lhe algumas coisas bastante simples que você pode fazer para começar o processo do alinhamento de suas Energias imediatamente, pois pela compreensão das Leis do Universo e pelo entendimento das bases de sua criação (que é simplesmente o alinhamento da vibração), você agora estará no caminho de receber o resultado desejado:

• Suas escolhas, agora mesmo, não implicam você ter o corpo com peso perfeito ou não.

• Você não tem nenhuma escolha exceto estar com o peso que está exatamente agora.

• Amanhã você terá o mesmo peso que tem hoje, e no próximo dia também…e assim por diante.

• Mudar seu peso exatamente agora não é uma opção.

• Mudar seu alinhamento vibracional exatamente agora é uma opção – e uma opção poderosa.

• Mais: você não está, exatamente agora, escolhendo entre se sentir fabuloso ou horrível.

• Você não está escolhendo entre sentir entusiasmo ou desânimo.

• Suas escolhas, exatamente agora, são mais sutis e mais ajustadas do que isso.

• Você está fazendo a simples escolha de se sentir um pouco melhor ou um pouco pior.

• Você pode escolher um pensamento-fluxo alto ou um melhor sentimento, o pensamento de fluxo baixo.

• Estas são suas únicas escolhas: fluxo alto ou fluxo baixo.

• E estas escolhas são o bastante.

Por exemplo, imagine que você está num shopping center. Você entra e sai de muitas lojas bonitas e há centenas de pessoas entrando e saindo delas com você. Estes indivíduos variam em tamanho, forma e estilo de se vestir, mas você está percebendo predominantemente as pessoas a seu redor que estão bem vestidas, que têm corpos esbeltos, que são bonitas; e quando você as vê, você se sente inibido.

Você está agora desajeitadamente atento ao que está vestindo e infeliz com o modo como se parece hoje. Você olha seu reflexo na vitrine conforme está andando e está extremamente infeliz com o que vê. Você se sente agitado, desanimado e descontente e não está satisfeito com o tempo que está passando neste shopping.

Você agora perdeu o interesse no motivo pelo qual veio para o shopping. Você não tem mais vontade de fazer compras. Na realidade, a única coisa que o está atraindo agora mesmo é a idéia de achar algo para comer. Há no ar algumas coisas que estão cheirando bem e você percebe que está com fome e que você quer um lanche. Há várias escolhas no campo da visão e pelo cheiro no ar você sabe que há mais escolhas por perto. Qualquer uma das várias coisas soa bem para você: sorvete, doce, talvez algo mais substancial como um sanduíche. De fato, tudo isto lhe soa muito satisfatório exatamente agora.

Seu desejo de achar um lugar tranqüilo para se sentar enquanto come algo está ficando bastante forte e enquanto está tentando lutar com o desejo de seguir seu impulso, é muito mais fácil ceder e encontrar algo para comer. Quando você está na fila do balcão de sorvete você nota as pessoas esbeltas que esperam na fila com você. Elas não estão aborrecidas e, como você está aborrecido, seu desejo pelo sorvete fica mais forte ainda.

Antes de continuarmos com os detalhes deste exemplo e antes de lhe oferecermos uma orientação que o ajude a melhorar sua situação, queremos explicar algo que a maioria das pessoas não entende e, na realidade, demora muito para acreditarem: Se você aumentar sua força de vontade e sair da sorveteria ou, se for adiante, escolher – e tomar – uma grande taça de sorvete, não haverá absolutamente nenhuma diferença no efeito de qualquer uma destas ações! Mesmo que estivéssemos falando de algo em torno de 1000 dias de caminhada comparados a 100 dias de grandes taças de sorvete, a escolha da ação de uma ou de outra não faz diferença. Não é sua ação o que importa; é sua vibração. Não é sua ação que lhe faz gordo; é sua vibração. Não é o que você está fazendo que faz a diferença; é como você está se sentindo em relação ao que está fazendo.

No começo de seu alinhamento vibracional em relação a seu peso, você pode começar a sentir entusiasmo por algumas mudanças em sua dieta, e muitos dizem “Bem, então, eu não vejo como esta postura difere tanto dessa outra de simplesmente entrar numa dieta como eu já fiz muitas vezes antes”.

Mas nós lhe pediríamos que perceba quão mais fácil é dessa vez no sentimento de entusiasmo em relação ao desânimo no qual você estava agindo antes. Você também notará que neste estado de emoção melhorada, você encontrará uma idéia atraente e, logo, outra. Você começará a achar uma forma de desenvolver um caminho contínuo de bons sentimentos pró novas idéias. Você começará a se sentir levado adiante por estas novas idéias ao invés de se debater para encontrá-las e, logo, você começará a ver os resultados físicos. Claro, ao ver os resultados físicos, seu sentimento de entusiasmo será até maior, e então você realmente vai correndo para o resultado que está buscando.

E conforme você vai realizando seu peso desejado (e você irá), você dirá a si mesmo “Agora não está sendo difícil e manterei. E, em qualquer caso, agora eu sei o que fazer, independente do que eu decida, para conseguir qualquer condição física que eu escolher.

Considere isso:

Se estar esbelto se compatibiliza com a emoção de felicidade…e você tivesse que tomar sorvete constantemente enquanto está se sentindo feliz..você seria uma pessoa esbelta que toma grandes quantidades de sorvete.

Se seu desejo de estar esbelto embora você não esteja atualmente esbelto se compatibiliza com a emoção de desânimo…e você está constantemente tomando grandes quantias de sorvete se sentindo desanimado…você será uma pessoa gorda que toma sorvete.

Se seu desejo de estar esbelto, embora você não esteja esbelto atualmente, não se compatibiliza com a emoção de desânimo…e você estivesse constantemente usando sua força de vontade para deixar de tomar sorvete…você seria uma pessoa gorda que não toma sorvete.

Alguns perguntariam “Abraham, se estar infeliz lhe faz gordo, por que não há nenhuma pessoa gorda num ambiente onde a comida seja escassa? Eles são infelizes não são gordos. Eles estão constantemente sofrendo fome até a morte”. E respondemos “se você está focado sobre a situação atual da escassez de comida e sente medo por si mesmo e pelos que você ama, você está se compatibilizando com o que você não quer.

Não faz diferença se o não querer estar gordo é o problema que faz com que você coloque seus pensamentos no contra-fluxo ou se a idéia de morrer de fome é o problema que faz você colocar seus pensamentos no contra-fluxo ou se a idéia de morrer de fome for o problema que faz você ter seus pensamentos no contra-fluxo: seus pensamentos ainda estão no contra-fuxo – que é resistência ao que você deseja, esteja você desejando ser esbelto ou ter comida o bastante para sua família.

Estar esbelto se compatibiliza com a emoção de felicidade
(pró-fluxo)

Estar gordo se compatibiliza com a emoção de infelicidade
(contra-fluxo)

Ter o bastante para comer se compatibiliza com a emoçao de felicidade
(pró-fluxo)

Não ter o bastante para comer se compatibiliza com a emoçao de infelicidade
(contra-fluxo)

A chave para criar tudo o que você deseja é: encontrar um modo de se voltar para o melhor sentimento, ter pensamentos pró-fluxo, mesmo quando a situação atual não evoca essa condição em você e usar essa força de vontade para focar seus pensamentos na direção de seu desejo de quem-você-realmente-é, ao invés de usar sua força de vontade para produzir ação contra a Corrente.

Assim, no começo, seus pensamentos podem ser algo como:

Eu sou gordo (contra-fluxo)
Eu não quero ser gordo (contra-fluxo)
Eu estou tão cansado de ter sobrepeso (contra-fluxo)
Eu não gosto de como me pareço (contra-fluxo)
Eu não gosto de minhas roupas (contra-fluxo)
Eu não quero comprar roupas (contra-fluxo)
Eu já tentei tantas coisas (contra-fluxo)
Nada funciona para mim (contra-fluxo)

Lembre-se, você não tem que consertar tudo. Apenas tente encontrar um pensamento que lhe faça sentir um pouco melhor:

Eu desejo encontrar um jeito (pró-fluxo)

Meus pés se sentiriam melhor sem dúvida (pró-fluxo)

Novamente, isto não é quebrar as declarações terrenas, mas elas o fazem se sentir melhor e, consequentemente, são pró-fluxo – assim, por agora, seu trabalho está feito.

Sempre que você se encontra se debatendo a respeito do seu peso, se você quiser fazer um esforço para voltar seus pensamentos pró-fluxo e ficar focado no tema até que sinta uma leve modificação, em um período de tempo muito curto você melhorará a relação vibracional entre o onde está e o que quer e você ficará surpreso com a alavancagem que essa vibração melhorada dará a seu processo. Tudo que estiver relacionado a isso será mais e mais fácil até que, com o tempo, seu peso desejado terá sido alcançado.

Agora, deixe-nos dizer que você está trabalhando. Você não está focado em seu corpo ou em seu peso porque você tem coisas a realizar e tem estado ocupado com estas coisas. Mas agora é o horário do almoço e quando você está passando pela máquina automática você sente um desejo de comprar uns biscoitos. Você coloca o dinheiro na máquina, os biscoitos caem pelo vão de saída e quando você está desembrulhando o pacote você tem um sentimento de desconforto.

“Lá vou eu de novo”, você diz, sentindo o desconforto lavar você.
Mas o desejo é forte, e você dá uma grande mordida no biscoito.
Você se sente ainda pior com um forte sentimento de desapontamento que agora cresce em você.

Mas desta vez as coisas são ligeiramente diferentes de antes porque você tem um impulso positivo vindo daquelas declarações que você tem feito sobre seu peso.
Você se lembra “não é sobre o que estou fazendo. É sobre como estou me sentindo quando estou fazendo”. Assim, você pára, olha para o biscoito e faz as seguintes declarações:

Eu não deveria estar comendo você
(contra-fluxo)

Você só vai me deixar mais gordo
(contra-fluxo)

Entretanto, você é delicioso
(pró-fluxo)

E você não é assim tão grande
(pró-fluxo)

Eu poderia comer alguns de você agora e guardar alguns para mais tarde
(pró-fluxo)

Eu gosto de ter escolhas
(pró-fluxo)

Eu gosto de fazer escolhas deliberadas
(pró-fluxo)

Eu gosto estar à frente de minhas ações
(pró-fluxo)

Se eu tivesse parado para pensar, eu não teria colocado meu dinheiro tão rápido nesta máquina
(pró-fluxo)

Eu realmente estou valorizando muito o comer um biscoito pequeno
(pró-fluxo)

Você é um pequeno biscoito gostoso
(pró-fluxo)

Bem, eu estou apreciando você, biscoito
(pró-fluxo)

Eu o estou desfrutando deliberadamente
(pró-fluxo)

E às vezes eu escolherei comer você, e às vezes não.
(pró-fluxo)

Agora mesmo eu vou comer você
(pró-fluxo)

E eu vou desfrutar você
(pró-fluxo)

Você acabou de realizar algo que é bastante incomum para você. Você está comendo um biscoito e falou consigo mesmo em alinhamento consigo mesmo e, consequentemente, com seu desejo de ser esbelto ao mesmo tempo. Você está em alinhamento com Você, o que é muito mais significante do que qualquer coisa que você esteja fazendo – ou não – com o biscoito.

E agora, uma pessoa bem esbelta vai até a máquina, tira um biscoito e começa a comer. E quando você olha, você pode dizer que essa pessoa está realmente saboreando esse biscoito. No passado, quando você olhava uma pessoa esbelta comendo um biscoito, seus pensamentos seriam:

Não é justo
(contra-fluxo)

O metabolismo dela lhe permite comer coisas gostosas e ainda ser esbelta
(contra-fluxo)

Ela provavelmente não é saudável e essa é a única coisa que ela vai comer hoje
(contra-fluxo)

Mas agora, por causa do trabalho vibracional que você está fazendo, você pensa:

Ah, eis a evidência de alguém que está em alinhamento com seu desejo de comer um biscoito (pró-fluxo)

Isto tudo é sobre alinhamento vibracional. Não procure por resultados físicos mensuráveis imediatamente. Ao invés disso, procure a melhoria de seu humor, de sua atitude e de suas emoções. Quando você se sente melhor, você está mais alinhado – e tudo o mais seguirá isso. É a Lei.

Créditos originais: Do livro “O poder surpreendente das emoções”
Esther e Jerry Hicks
(Os ensinamentos dos Abraham)
Tradução: Luciene Lima, São Paulo, SP, Brasil

#claudialinsoficial