O Processo Ho’oponopono 

O Processo Ho’oponopono


Quando sofremos com algum problema, seja ele um problema de relacionamento com outra pessoa, problema de saúde, ou quando a auto-estima está em baixa, quando nada parece dar certo, ou não ter solução em vista, o que continuamos fazendo? Continuamos buscando soluções e respostas através da atividade da mente, da análise de experiências passadas, do conhecimento adquirido ou consultado, tudo isso é o intelecto querendo resolver os problemas. Mas pelo Ho’oponopono compreendemos que o intelecto não dispõe dos recursos para resolver problemas, ele só pode manejá-los. E manejar não resolve problemas.

Ao fazer o Ho’oponopono você pede a Deus, a Divindade, para limpar, purificar a origem destes problemas, que são as recordações, as memórias se repetindo em sua Mente Subconsciente. Neutraliza a energia que você associa à determinada pessoa, lugar ou coisa. No processo esta energia é libertada e transmutada em pura luz pela Divindade. E dentro de você o espaço liberado é preenchido pela luz da Divindade. Então, no Ho’oponopono não há culpa, não é necessário reviver sofrimento, não importa saber o porquê do problema, de quem é a culpa, ou sua origem. A sua responsabilidade está em não permitir que o padrão se repita, gerando mais problemas, perpetuando a condição de sofrimento. Isso porque o ser humano só pode viver de duas maneiras: uma, pela programação adquirida, memórias se repetindo, a outra pelas inspirações, que são divinas.

No momento que você nota dentro de si algum incômodo em relação a uma pessoa, ou lugar, acontecimento ou coisa, inicie o processo de limpeza, peça a Deus:

“Divindade, limpe em mim as memórias que estão causando este problema. Transmute-as em pura luz”

Então use as frases desta seqüência:

“Sinto muito. Me perdoe. Te amo. Sou grato”,

várias vezes, você pode destacar uma que lhe toca mais naquele momento e repeti-la. Deixe sua intuição lhe guiar.

Quando você diz “Sinto muito” você reconhece que algo (não importa se saber o que) penetrou no seu sistema corpo/mente. Você quer o perdão interior pelo o que lhe trouxe aquilo.

Ao dizer “Me perdoe” você não está pedindo a Deus para te perdoar, você está pedindo a Deus para te ajudar se perdoar.

“Te amo” transmuta a energia bloqueada (que é o problema) em energia fluindo, religa você ao Divino.

“Sou grato” é a sua expressão de gratidão, sua fé que tudo será resolvido para o bem maior de todos envolvidos.

A partir deste momento o que acontece a seguir é determinado pela Divindade, você pode ser inspirado a tomar alguma ação, qualquer que seja, ou não. Se continuar uma dúvida, continue o processo de limpeza e logo terás a resposta quando completamente limpo.

Lembre-se sempre que o que você vê de errado no próximo também existe em você,
Somos Todos Um,
portanto, toda cura é auto cura. Na medida em que você melhora o mundo também melhora. Assuma esta responsabilidade. Ninguém mais precisa fazer este processo, só você.

Aqui está a oração original da Kahuna Morrnah Simeona, criadora do Processo Ho’oponopono da Identidade Própria, oração simples e poderosa:

“Divino Criador, pai, mãe, filho, todos em Um…
Se eu, minha família, meus parentes e ancestrais lhe ofendemos, à sua família, parentes e ancestrais em pensamentos, palavras, atos e ações do início da nossa criação até o presente, nós pedimos seu perdão…
Deixe isto limpar, purificar, libertar, cortar todas as recordações, bloqueios, energias e vibrações negativas e transmute estas energias indesejáveis em pura luz…
Assim está feito”.

Faça esta oração em relação a qualquer problema com qualquer pessoa; ao se fazer o apelo ao Divino Criador estamos nos dirigindo à divindade que existe dentro de todas as pessoas, que é a extensão do Divino Criador.
Só é necessário isso!

Quando puder escuta 

É a minha voz…

Bom para dormir 😴 


#claudialinsoficial

Anúncios

A Mente está no Campo Energético 

A MENTE NÃO ESTÁ NO CÉREBRO?


Recentemente, uma descoberta feita pelos neurofisiologistas Benjamin Libet e Bertram Feinstein, no Hospital Monte Sião de San Francisco causou tumulto na comunidade científica. Libet e Feinstein mediram o tempo que levava para um estímulo de toque sobre a pele de um paciente alcançar o cérebro como um sinal elétrico. Também foi pedido ao paciente para apertar um botão quando tomasse consciência de ser tocado. Libet e Feinstein acharam que o cérebro registrou o estímulo em um milésimo de um segundo depois que ocorreu e o paciente pressionou o botão um décimo de segundo depois que o estímulo foi aplicado.
Mas, notavelmente, o paciente não relatou estar sabendo conscientemente tanto do estímulo como da pressão do botão por quase meio segundo. Isto quis dizer que a decisão para responder foi feita pela mente inconsciente do paciente. A consciência do paciente para a ação era a mais lenta do páreo. Ainda mais perturbador, nenhum dos pacientes que Libet e Feinstein testaram estava ciente de que sua mente inconsciente já o compelira a apertar o botão antes que tivesse decidido conscientemente fazer isso. De alguma forma, o cérebro dos pacientes criava a ilusão de que eles tinham controlado conscientemente a ação, mesmo que não o tivesse feito. Isso fez com que alguns pesquisadores se perguntassem se o livre-arbítrio é uma ilusão. Estudos posteriores mostraram que 1,5 segundos antes de “decidirmos” mexer um de nossos músculos, como levantar um dedo, nosso cérebro já começou a gerar os sinais necessários para realizar o movimento. Outra vez, quem toma a decisão, a mente consciente ou a mente inconsciente?
Hunt melhora tais achados um pouco mais, ao descobrir que o campo energético humano responde ao estímulo sempre antes do cérebro. Ela tomou as leituras EMG – Eletromiogramas (atividade elétrica nos músculos) do campo energético e as leituras EEG – Eletrencefalogramas do cérebro simultaneamente e descobriu que, ao fazer um som alto ou piscar uma luz brilhante, o EMG do campo energético registra o estímulo antes mesmo que se mostre no EEG. O que isso quer dizer?
“Penso que superestimamos de longe o cérebro como o ingrediente ativo no relacionamento de um humano com o mundo”, diz Hunt. “Ele é apenas um bom computador. Mas os aspectos da mente que têm haver com a criatividade, imaginação, espiritualidade e todas estas coisas, não as vejo no cérebro de jeito nenhum. A mente não está no cérebro. Está naquele maldito campo”.
Se a mente não está no cérebro, mas no campo energético que permeia tanto o cérebro como o corpo físico, sugere que a nossa consciência, o pensamento, o sentimento encontra-se fora de nosso corpo físico.

Livro: “O Universo Holográfico” – Michael Talbot


#claudialinsoficial

A Energia Do Pensamento


Muitas vezes nos perguntamos o que nos faz passar por situações as quais nunca imaginávamos. Em primeiro lugar sempre devemos nos lembrar que Deus tem um propósito para nossa vida e que nada é por acaso e que a vontade de Deus é boa e perfeita.

O que Deus tem para nós, não se compara ao que pedimos, porque Ele sempre tem o melhor.

Muitas vezes ficamos questionando situações, reclamando ou muitas vezes a vida nos surpreende com boas surpresas. Tudo o que você tem hoje, você pediu no passado. As palavras têm poder, tanto quanto suas atitudes.

Peça e lute por seus objetivos e pelos seus sonhos. Peça a Deus para que lhe guie na sua jornada e tudo dará certo.

A força do pensamento é algo incrível! Seu cérebro não tem como distinguir o que é bom ou ruim para você. Mas você sabe o que realmente é bom para você e tomar atitudes para que você tenha sucesso em todas as áreas da sua vida é muito importante porque tudo depende somente de você.
Não espere o tempo passar para que boas coisas aconteçam, o tempo é agora. A felicidade e desejos realizados dependerão das suas escolhas, feitas hoje!

Pare e pense: o que você tem hoje que você desejou há um tempo atrás? Um carro novo? Um novo amor? Que Deus fortalecesse o amor entre você e seu cônjuge? Pois é! São várias perguntas que poderiam preencher várias linhas.

Porque será que reclamamos até daquilo que recebemos? Precisamos ser gratos por tudo que temos. Nossa força interior é como se fosse um vulcão em erupção e nossa mente vai absorvendo tudo que pensamos.

Porque será que reclamamos até daquilo que recebemos? Precisamos ser gratos por tudo que temos. Nossa força interior é como se fosse um vulcão em erupção e nossa mente vai absorvendo tudo que pensamos.

Sempre faça limpeza mental: Medite, ore, ouça uma boa música e faça tudo que lhe faça bem. Reveja seus objetivos e seja sempre grato. Sua satisfação será enorme, porque virá de dentro para fora. Permita-se ser feliz. Deixe com que os bons pensamentos tomem conta de você. Tire proveito das boas situações e o que não foi bom, tenha certeza que servirá como aprendizado. Você é a única pessoa que pode fazer algo por você mesmo. Esteja preparado para as vitórias.

Esteja sempre com sua aliança da fé, fortalecida por Deus. Não desista dos seus sonhos porque o preço que se paga por desistir é o mesmo que você pagará por lutar pelos seus objetivos.

Deixe com a que a energia positiva tome conta de você. Faça o bem ao próximo, isso lhe trará uma sensação de paz enorme e sua colheita será maravilhosa!

Faça isso primeiro por você, porque você estando bem, naturalmente espalhará essa energia que lhe faz tão bem e as pessoas perceberão essa luz própria que você tem e ninguém poderá apagá-la. Ame sem restrições porque amar não tem limites, amar é gostoso e você precisa permitir com que esse sentimento se espalhe ao seu redor, emergindo de dentro para fora. Porque achar que o negativismo lhe trará vantagens?

Lei da atração: a energia do pensamento!

Muitas vezes nos perguntamos o que nos faz passar por situações as quais nunca imaginávamos. Em primeiro lugar sempre devemos nos lembrar que Deus tem um propósito para nossa vida e que nada é por acaso e que a vontade de Deus é boa e perfeita.

O que Deus tem para nós, não se compara ao que pedimos, porque Ele sempre tem o melhor.

Muitas vezes ficamos questionando situações, reclamando ou muitas vezes a vida nos surpreende com boas surpresas. Tudo o que você tem hoje, você pediu no passado. As palavras têm poder, tanto quanto suas atitudes.

Peça e lute por seus objetivos e pelos seus sonhos. Peça a Deus para que lhe guie na sua jornada e tudo dará certo.

A força do pensamento é algo incrível! Seu cérebro não tem como distinguir o que é bom ou ruim para você. Mas você sabe o que realmente é bom para você e tomar atitudes para que você tenha sucesso em todas as áreas da sua vida é muito importante porque tudo depende somente de você.

Não espere o tempo passar para que boas coisas aconteçam, o tempo é agora. A felicidade e desejos realizados dependerão das suas escolhas, feitas hoje!

Pare e pense: o que você tem hoje que você desejou há um tempo atrás? Um carro novo? Um novo amor? Que Deus fortalecesse o amor entre você e seu cônjuge? Pois é! São várias perguntas que poderiam preencher várias linhas.

Felicidade é o que acontece no sábado de manhã e a gente só percebe no domingo à noite
Duras verdades sobre a vida que o tornarão uma pessoa melhor:
É que o sentido mais fundo da vida é sentir, sentir com honestidade tudo o que for
Uma vida não basta ser vivida. Ela precisa ser sonhada…
Porque será que reclamamos até daquilo que recebemos? Precisamos ser gratos por tudo que temos. Nossa força interior é como se fosse um vulcão em erupção e nossa mente vai absorvendo tudo que pensamos.

Sempre faça limpeza mental: Medite, ore, ouça uma boa música e faça tudo que lhe faça bem. Reveja seus objetivos e seja sempre grato. Sua satisfação será enorme, porque virá de dentro para fora. Permita-se ser feliz. Deixe com que os bons pensamentos tomem conta de você. Tire proveito das boas situações e o que não foi bom, tenha certeza que servirá como aprendizado. Você é a única pessoa que pode fazer algo por você mesmo. Esteja preparado para as vitórias.

Esteja sempre com sua aliança da fé, fortalecida por Deus. Não desista dos seus sonhos porque o preço que se paga por desistir é o mesmo que você pagará por lutar pelos seus objetivos.

Deixe com a que a energia positiva tome conta de você. Faça o bem ao próximo, isso lhe trará uma sensação de paz enorme e sua colheita será maravilhosa!

Faça isso primeiro por você, porque você estando bem, naturalmente espalhará essa energia que lhe faz tão bem e as pessoas perceberão essa luz própria que você tem e ninguém poderá apagá-la. Ame sem restrições porque amar não tem limites, amar é gostoso e você precisa permitir com que esse sentimento se espalhe ao seu redor, emergindo de dentro para fora. Porque achar que o negativismo lhe trará vantagens?

Deixe com que as coisas boas aconteçam na sua vida. Você é o único ser que pode fazer isso por você. As pessoas notarão sua energia, sem contar que isso lhe fará um bem enorme. Lembrando que pessoas que tem um bom astral, atrai outras pessoas.

Sua energia será como um imã que irá lhe trazer muito amor, paz e prosperidade.

(Débora Araújo)



#claudialinsoficial

Seu desejo é uma ordem

SEU DESEJO É UMA ORDEM! – A FELICIDADE SEMPRE NOS ESTÁ DISPONÍVEL!

Se, assim como Aladim, você estivesse diante do gênio da lâmpada e o mesmo lhe concedesse três desejos, o que pediria?


Tornar-se rico, casar-se com alguém improvável ou obter fama são alguns exemplos de desejos que povoam o imaginário de um número significativo de pessoas, as quais buscam manifestá-los através da lei da atração.

Recentemente assisti a um ótimo filme chamado CLICK (com Adam Sandler). É a história de um homem de classe média baixa, que quer tanto melhorar a situação financeira da família, que a deixa de lado em nome de seu trabalho. Até que um dia, ganha um controle remoto universal que permite manipular sua própria vida: através dele, é possível baixar o som do latido de seu cachorro, colocar em pausa pessoas que o incomodam, avançar no tempo (para o futuro) como forma de não ter que viver suas brigas com a esposa…

Inicialmente, esse controle remoto universal, parece tão mágico quanto a lâmpada de Aladim, só que o protagonista não conta com ocorrências, como: ao desejar obter imediatamente uma promoção profissional, que o chefe promete para poucos meses adiante, é direcionado para o momento exato em que inicia no novo cargo. Contudo, diferente da afirmação do chefe, o prazo decorrido é de um ano. E ele não se lembra de nada que aconteceu nesse período, é como se tivesse deixado de viver um ano inteiro da sua vida.

Outra surpresa é que, depois de um tempo, todos os comandos repetidos no controle remoto com muita frequência, passam a ser automáticos. Por exemplo, como ele sempre pula as brigas com a esposa, ao simples sinal de um desentendimento com a mulher, o controle remoto já o leva para um momento futuro. Certo dia, mesmo sem querer esquivar-se da briga, quando a discussão iniciaria, ele é direcionado para um momento futuro em que o casal está divorciado (durante esses saltos temporais, ele não se lembra do que acontece, mas continua em um modo automático, inexpressivo, convivendo com as demais pessoas como se fosse um zumbi).

O que parecia ser um presente, mostrou-se o pior dos pesadelos ao protagonista: em busca do total controle de sua própria vida, o descontrole instaura-se! E é exatamente isso o que acontece quando entregamos o controle de nossas vidas e nossos desejos ao ego e à nossa criança interior.

Esse filme exemplifica muito do funcionamento da lei da atração: o Universo atende a todos os nossos desejos, não apenas três, como na versão da Disney para o conto de fadas Aladim e a Lâmpada Maravilhosa. Mas será que temos real consciência sobre o que estamos desejando?”

Após feito o pedido, a lei da atração, responsável pela manifestação de nossos desejos, funciona a partir da integração entre o que acreditamos e confiamos. Embora haja uma complexidade maior envolvida, apenas para facilitar essa compreensão, podemos considerar que o que acreditamos está mais intimamente ligado ao pensamento e ao ego, enquanto o que confiamos têm uma relação maior com o sentimento e nossa criança interior.

Como exemplo, podemos citar que um desejo no qual não acreditamos ser possível manifestar, desperta sentimentos negativos, dando a sensação de que não houve manifestação. Outra possibilidade é de acreditarmos tanto em algo, que criamos pressão sobre o Universo, por meio de expectativas. Nesse caso, nosso coração também sente-se pressionado, por isso novamente a sensação é de resultados negativos.

Na verdade, a lei da atração está em constante funcionamento, a manifestação sempre acontece. O problema é quando nosso aspecto humano (composto pelo ego e criança interior) não a enxerga. Ao se fixar no desejo e no planejamento que institui com seus próprios tempos e diretrizes pré-determinadas, o ego acaba não enxergando a manifestação de outras rotas, que levam ao mesmo destino, mas por estradas diferentes, em tempos também distintos.

Em essência, a criança interior é responsável pela nosso destemor, leveza, brincadeira. Uma criança interior ferida, pode ser mimada, birrenta e não ter senso do que pode fazer ou não bem. Se você der um doce a uma criança antes do almoço, é muito provável que ela perca o apetite, prejudicando sua refeição.

O ego é nosso lado mais adulto que traz referências sobre a materialidade da vida. Ele pode tanto educar como oprimir a criança interior, É muito comum a distorção do ego, como se sua função fosse de controle. Em essência, a nobre missão do ego é abrir caminhos para a expressão dos propósitos da alma no planeta Terra.

Ego e criança interior, em essência, são parceiros da alma. Os verdadeiros desejos, aqueles que têm como base o amor e a evolução, provêm da alma. Todavia, como a alma comunica-se de modo muito sutil, cabe ao ego captar tais informações e decodificá-las para a fisicalidade.
Por exemplo: para o ego em desconexão com a alma, poder é algo egoísta, isto é, o interesse próprio vem em primeiro plano. Enquanto para o ego integrado à alma, poder é nossa capacidade de compartilhar amor.

Vale a pena percebermos que nem o ego, nem nossa criança interior são vilões. E nosso maior desafio nessa vida é sustentarmos sua integração com a alma.

Uma excelente maneira de viabilizar isso é investigarmos sempre nossos desejos e nos perguntarmos a que eles servem: ao poder egoísta do ego, à criança interior ferida ou aos propósitos da alma?

Vejamos um exemplo real de uma cliente minha: após assistir ao documentário O Segredo, criou uma tela mental com o objetivo de adquirir um determinado carro. Pouco tempo depois, ofereceram um automóvel do mesmo modelo para que seu marido comprasse através de suaves prestações. Ela ficou em êxtase por conseguir manifestar seu desejo, embora aquela alegria não tenha se sustentado por muito tempo, já que havia criado a expectativa de que o carro traria a felicidade que buscava para sua vida.

O veículo acabou trazendo mais dívidas, sem contar que seu custo de manutenção era alto demais para a realidade da família naquele momento. Eles acabaram tendo de vendê-lo. Entretanto, essa experiência fez com que ela percebesse que seu verdadeiro desejo não era apenas material, mas também espiritual. A questão é que ela não se sentia merecedora da felicidade. Isso fez com que me procurasse e déssemos início a um lindo processo psicoterapêutico, no qual a cada dia expressa mais evolução.

A felicidade sempre nos está disponível. O ego e a criança interior ferida é que às vezes não querem enxergá-la ou não tem a coragem de mantê-la presente. Por isso é sempre tão importante cuidarmos para que ego, criança interior e alma entrem em sintonia.

Essa é a chave que a lei da atração utiliza para manifestar o amor incondicional do Universo. E todos somos merecedores desse amor!!!

(Adriano Rizk) do blogue “O Segredo”